Comunicação
Bacia de Santos

O projeto visa identificar possíveis alterações na forma da praia e em sua dinâmica de sedimentos frente à instalação de gasodutos. Assim, mensalmente ou bimensalmente, são coletados dados de altitude (altimetria) e profundidade (batimetria) em perfis perpendiculares à praia. Adicionalmente, podem ser coletadas amostras de sedimento e dados auxiliares que auxiliem na compreensão da dinâmica natural da praia, como dados meteorológicos, por exemplo. Os dados de cota da praia (altitudes e profundidades) são comparados ao longo do tempo com o intuito de verificar centros de erosão ou deposição de sedimentos na praia com possível relação com a instalação do duto. Até o momento, este escopo foi realizado somente na praia de Caraguatatuba, no período de 2008 a 2011, em virtude da instalação do gasoduto de Mexilhão, que atravessa a praia.