Comunicação
Bacia de Santos

O projeto tem por objetivo verificar as cotas de enterramento de gasodutos, confirmando se as cotas definidas em projeto foram alcançadas e identificando possíveis trechos de exposição dos dutos. O monitoramento é feito via levantamentos sísmicos anuais realizados durante os cinco primeiros anos após o término da instalação dos dutos, a partir de quando os levantamentos sísmicos passam a ser realizados a cada 5 anos. Até o momento, este escopo foi realizado somente no trecho mais costeiro do gasoduto de Mexilhão, no período de 2010 a 2014.