Comunicação
Bacia de Santos

Projeto de monitoramento de praias (PMP) participa do lançamento do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar


Eventos aconteceram em Santos e Ilhabela com a presença do Ministro do Meio Ambiente

 

Na data em que se comemorou o Dia Mundial da Água, o Projeto de Monitoramento de Praias (PMP), condicionante do Ibama para o licenciamento da exploração e produção de petróleo e gás na Bacia de Santos, participou do lançamento do Plano de Ação Nacional de Combate ao Lixo no Mar, do Ministério do Meio Ambiente. Os eventos aconteceram na sexta feira (22/03), pela manhã, na praia do Gonzaga, em Santos; e à tarde, na Praça da Bandeira, em Ilhabela, com a presença do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, de autoridades do Governo do Estado de São Paulo e dos dois municípios.

Em seu discurso, o Ministro Ricardo Salles afirmou que esta é a primeira etapa de um amplo programa de monitoramento das condições da água e rastreamento de resíduos marítimos. “Temos 8,5 mil quilômetros de costa e quase 300 municípios litorâneos. É um tema extremamente importante e depende de um trabalho conjunto”, resumiu, referindo-se às três esferas do poder público, além da Marinha e das entidades ambientais.

Em Santos, a equipe do PMP-BS/Instituto Gremar participou do evento e recebeu visitantes e outras autoridades presentes em sua tenda de educação ambiental, instalada no local durante toda manhã. O espaço reuniu o acervo de animais taxidermizados, amostras de lixo coletadas em animais reabilitados e cartazes ilustrativos sobre a ação do PMP da Bacia de Santos.

Já em Ilhabela, o Instituto Argonauta representou o PMP-BS com um estande, onde foram expostos banners educativos e apresentados os impactos do lixo nos animais marinhos. A entidade contribuiu ainda na elaboração do plano com seus depoimentos e sugestões de atividades.

Segundo o oceanógrafo Hugo Gallo, diretor presidente do Instituto, esta é uma ação muito importante para a preservação da fauna marinha, das praias e o bem-estar dos banhistas. “Vemos com bons olhos a iniciativa do Governo Federal. Porém, precisamos, a partir desse momento, que os governos: Federal, Estadual e Municipal, assim como a sociedade civil, se unam para trabalharem em prol da mitigação desse grave problema, cuja solução, ao meu ver, passa primordialmente pela Educação Ambiental da comunidade local e dos turistas que frequentam o litoral. Precisamos implantar estruturas adequadas para a coleta e reciclagem de lixo e focar além da proibição do uso e comércio de canudos, mas também de todos produtos feitos com plástico de uso único, responsáveis por grande parte do volume de lixo, hoje no ambiente”, alertou Hugo.

A bióloga Carla Beatriz Barbosa, coordenadora do projeto no litoral norte de São Paulo, conta que nos últimos três anos a ingestão de plásticos, descartados indevidamente nas praias ou nas cidades, vem sendo o grande vilão dos animais marinhos. “No período de agosto de 2015 a março de 2019 foram encontrados 5.434 animais mortos nas praias do litoral norte. Daqueles que foram passíveis de necropsia, 31% apresentaram algum tipo de interação antrópica, sendo que a maior parte (53%) foi interação por ingestão de lixo, principalmente, plástico. As tartarugas são as maiores vítimas do lixo plástico descartado no mar”, explica Carla.

O PMP

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

O Instituto Argonauta é responsável pelo projeto nas cidades de Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela. Já o Gremar atua nas cidades de Bertioga, Guarujá, Santos e São Vicente.

Clique aqui e saiba mais (https://comunicabaciadesantos.com.br/programa-ambiental/projeto-de-monitoramento-de-praias-pmp.html)

 

 

Notícias relacionadas