Comunicação
Bacia de Santos

Petrobras realiza novo simulado de emergência na Bacia de Santos


Exercício mobilizou recursos como barcos, helicópteros e equipes especializadas para contenção de óleo em alto-mar


A Petrobras realizou, nos dias 25 e 26 de abril, um novo exercício simulado de emergência na Bacia de Santos. O cenário do treinamento incluía uma explosão seguida de incêndio no navio-plataforma FPSO Cidade de Saquarema – operado pela SBM Offshore no campo de Lula, módulo de Lula Central – e que provocou o vazamento de gás e óleo no mar.  

No treinamento, a ocorrência teve início por volta das 8 horas de terça-feira (25/04). O Plano de Emergência da Petrobras foi acionado. A companhia simulou o monitoramento local e aéreo da mancha, mobilizando recursos como barcos, helicópteros e equipes especializadas para contenção do óleo em alto-mar. Ao todo, 454 metros cúbicos de óleo teriam vazado no mar. No simulado, a produção no navio-plataforma foi interrompida.  

O cenário previa ainda o resgate dos operadores embarcados por meio de aeronaves e barcos. Houve registro de três feridos e dois óbitos. Com o acidente, o FPSO Cidade de Saquarema apresentou adernamento de até 11 graus, o que impossibilitou o pouso e decolagem de aeronaves na unidade durante o primeiro dia de emergência. Também instalado no campo de Lula, o navio-plataforma Cidade de Maricá funcionou como heliponto nas primeiras ações de resgate e contingência.  

Grupo de Apoio e Acompanhamento  

O simulado permitiu ainda, pela primeira vez, a formação do Grupo de Apoio e Acompanhamento (GAA), onde participaram técnicos do Ibama, Marinha e da Agência Nacional de Petróleo e Biocombustíveis (ANP).  

Realizado periodicamente, o simulado é exigência legal para treinar e avaliar a estrutura de resposta de emergência da Petrobras. Nas ações deste final de abril, a UO-BS teve a colaboração de gerências corporativas e dos órgãos apoiadores lotados em Santos, além da participação da Marinha do Brasil, Ibama, Cetesb e de profissionais da SBM Offshore, em Santos e no Rio de Janeiro.  

Ao todo, 302 pessoas participaram do exercício em terra e em alto-mar. 

Notícias relacionadas