Comunicação
Bacia de Santos

Rota 2

O projeto Rota Cabiúnas — conhecido como Rota 2 — foi implantado com o objetivo de ampliar o escoamento do gás natural produzido nos campos do pré-sal da Bacia de Santos. Encontra-se em operação desde 12 de fevereiro de 2016.

O empreendimento consiste de um gasoduto de 382 quilômetros de extensão que se inicia na área do pré-sal da Bacia de Santos e segue até a Unidade de Tratamento de Gás de Cabiúnas (UTGCAB), em operação na cidade fluminense de Macaé.

O gasoduto Rota 2 tem 24 polegadas de diâmetro (cerca de 61 centímetros) e capacidade atual para escoar até 16 milhões de metros cúbicos diários de gás natural.

A chegada do gasoduto ocorre na praia de Lagomar, em Macaé. Ao longo de todo o trecho marítimo, que se inicia em profundidades de 2.232 metros, existem sete pontos de espera, ou hubs, que permitirão futuras conexões. Válvulas, que atuam como dispositivos de bloqueio para isolamento de trechos do gasoduto e contenção de inventário, foram instaladas ao longo do duto.

Em terra, o gasoduto Rota Cabiúnas segue da praia até a UTGCAB, onde o gás será processado e distribuído.

Os pareceres técnicos relacionados ao licenciamento deste empreendimento podem ser acessados no site do Ibama. Para ver como encontrá-los, consulte a aba de Licenciamento.

Conheça abaixo as licenças ambientais para este empreendimento.

Acompanhe nosso mapa interativo

Ver    agora